Amamentar é - aleitamento materno | por Chris Nicklas

ver menu buscar

Saúde do bebê /Volta ao trabalho

Mamadeira

Debate sobre a mamadeira e as consequências de seu uso na saúde do bebê

  • 03/04/2014
  • Dra. Ana Heloisa Gama

A mamadeira é um dos primeiros presentes que ganhamos quando engravidamos! Junto com as fraldas e roupinhas, como se ela fosse um elemento necessário e inevitável. Mas a verdade é que seu uso pode ser descartado e surpreendentemente ela não fará falta alguma.

Fiz uso da mamadeira com meus filhos e naquela época, no início dos anos 2000, não tinha conhecimento de tudo que sei hoje.

Como sempre falo aqui no Amamentar é… não acredito em radicalismos e sei que há situações na nossa vida moderna e urbana que nos obrigam e empurram a fazer escolhas que não são as que idealizamos. Mas do mesmo jeito que não radicalizo nem contra nem a favor, sou defensora do acesso à informação. E no caso da mamadeira os dados são assustadores.

A dobradinha mamadeira/leite em pó é responsável por grande parte dos índices mundiais de mortalidade infantil. São milhares de bebês que morrem, há décadas, no mundo todo por conta do desmame precoce, que provoca um dos piores males que acometem os bebês, a diarreia. A falta de higiene adequada da mamadeira e a diluição do leite em pó em água suja, não tratada, são as principais causas para as infecções intestinais no início de vida do bebê que não mama no peito.

No livro: “A amamentação e o desdesign da mamadeira”, de Cristine Nogueira Nunes, vocês podem ter uma ótima ideia de como surgiu e evoluiu o uso deste utensílio.

Pois bem, conversei com a Dra Ana Heloisa  sobre este assunto e saí desta conversa otimista pois ela deixa muito claro que o uso da mamadeira em muitos casos é evitável. E assim, além de não compactuarmos com o quadro citado acima, nos livramos dos outros malefícios que seu uso implica, que são as más formações dentárias e as dificuldades no desenvolvimento da fala.

Proponho que vocês ouçam o que a Dra tem a dizer e saiam do piloto automático no qual vivemos! Escolhas conscientes, por piores que sejam, são sempre melhores que escolhas inconscientes!

 

 

 

Médica Pediatra do Hospital Municipal Miguel Couto na cidade do Rio de Janeiro e fundadora do curso para gestantes SOS Mamãe & Cia

http://www.sosmamae.com.br/site/

 

Assuntos relacionados:

Mamadeira e peito, qual é a diferença?

Quando posso começar a usar o copo de transição e que tipo é o melhor?

Como minimizar o uso da mamadeira e da chupeta no caso do bebê que já faz uso intenso delas?

DRA. ANA HELOISA GAMA

Médica pediatra aposentada do Hospital Municipal Miguel Couto na cidade do Rio de Janeiro - fundadora do Curso SOS Mamãe e CIA.