Amamentar é - aleitamento materno | por Chris Nicklas

ver menu buscar

Dificuldade para amamentar /Dra. Ana Heloisa Gama

Mamadas noturnas

A pergunta que não quer calar: mamadas noturnas, até quando?!

  • 12/09/2013
  • Dra. Ana Heloisa Gama

A mamadas noturnas são um assunto frequente no Amamentar é…

Especialmente paras as mães que trabalham, o número de vezes que um bebê acorda à noite para mamar se torna uma fonte de desgaste e cansaço enormes para elas que passam a ter uma jornada dupla, sem descanso.

É importante perceber o quanto interferimos no processo de amadurecimento do sono do bebê, sem saber, antes que seja tarde demais.

Esta interferência pode ser definitiva para que ele aprenda a adormecer sozinho ou não, independente de se ele dorme no quarto ao lado ou em cama compartilhada com os pais. Ter a expectativa de que um bebê já nasça com a capacidade de dormir uma noite toda, sem mamar, é um equívoco. O padrão normal é de que ele mame algumas vezes durante a madrugada. E essas mamadas são muito importantes para o seu desenvolvimento, inclusive emocional. Com o tempo este padrão vai se modificando, e é impossível estabelecer um número de mamadas tido como “normal” ou “aceitável” pois cada bebê é um e cada família é uma. Existem bebês que têm uma necessidade oral maior e demandam mais atenção no período noturno, mas este tipo geralmente também chama mais pela mãe de dia. Enfim! É uma loteria!

O fato é que um bebê precisa da nossa disponibilidade. E o tamanho dessa disponibilidade é variável e indefinível, além de mudar conforme ele cresce e se desenvolve.

O bebê deve sempre ser atendido quando der sinais de que realmente acordou e necessita de algum cuidado. Entrar numa queda de braço, madrugada à dentro, com o seu filho pode ser evitável.

Assista o vídeo abaixo com as dicas da Dra Ana Heloisa e tente evitar chegar ao drama de ter um bebê aos prantos em casa com uma dupla de pais exauridos.

Assuntos relacionados:

Desmame noturno

A disponibilidade da mãe e a amamentação

No desespero, oferecemos a mamadeira!

 

DRA. ANA HELOISA GAMA

Médica pediatra aposentada do Hospital Municipal Miguel Couto na cidade do Rio de Janeiro - fundadora do Curso SOS Mamãe e CIA.