Amamentar é - aleitamento materno | por Chris Nicklas

ver menu buscar

Amamentação /Dicas de amamentação

Anatomia da glândula mamária

Veja nesta ilustração em vídeo o caminho que o leite materno faz dentro do seu corpo até chegar à boca do bebê

  • 28/10/2014
  • Chris Nicklas

A anatomia da glândula mamária é desenhada pela natureza para atender a demanda de produção de leite feita pelo bebê após o seu nascimento, através da ordenha das mamas.

Encontrei no Youtube este vídeo/ilustração que mostra claramente qual é o caminho que o leite materno faz em nosso corpo até chegar à boca do bebê, mostrando também a importância da pega correta para que a produção de leite seja satisfatória e as mamadas prazerosas para a mãe e consequentemente também para o bebê.

É bacana também observar como os nutrientes da mãe saem de seu sangue através da corrente sanguínea entrando nos lóbulos onde o leite se encontra.

Uma sequência de acontecimentos se dá regida pela libertação dos hormônios responsáveis pela amamentação, a oxitocina e a prolactina.

Observar nesta ilustração este fenômeno e aceitar que ele se da em nossos corpos de forma tão perfeita nos permite acreditar em nossa capacidade natural de nutrir nossos bebês somente com leite materno até que completem seis meses de idade.

A narração do vídeo é em francês por isso, com a ajuda de uma amiga, traduzi abaixo para que vocês possam acompanhar a narrativa em todos os seus detalhes! Divirtam-se e principalmente encantem-se com o que o corpo de vocês é capaz!

 

 

Tradução:

A parte externa dos seios é constituída do mamilo e da aréola. A extremidade exterior do mamilo contém uma infinidade de minúsculos furinhos por onde o leite passa durante o aleitamento.

A aréola é a zona pigmentada em volta do mamilo. Ela é recoberta pelas glândulas de Montgomery que secretam uma substância que lubrifica a aréola e o mamilo.

A principal função dos seios na mulher é a de produzir leite para nutrir o bebê durante o processo chamado lactação.

Os seios são compostos principalmente por tecido adiposo e contém também glândulas chamadas de lóbulos, que produzem o leite. Os lóbulos são ligados ao mamilo por uma rede de pequenos canais chamados de galactóforos. A mama produz o leite a partir de água e nutrientes que ela absorve da corrente sanguínea.

O leite é em seguida estocado nos lóbulos até que hormônio chamado oxitocina comanda os minúsculos  músculos dos lóbulos a se contraírem para liberar o leite através dos canais.

Este processo é chamado de reflexo de ejeção do leite.

Apesar dos recém nascidos nascerem com o reflexo de sucção inato eles têm que aprender a sugar o seio.

Durante o aleitamento é importante que o bebê esteja numa posição correta em relação ao mamilo, para que se garanta a quantidade ideal de leite e que o aleitamento seja agradável para a mãe. A pega correta no seio materno consiste em introduzir o mamilo no fundo da boca do bebê aproximadamente onde o palato duro encontra o palato mole. Se o bebê fica somente com a boca na extremidade do mamilo ou se a pega do seio da mãe não é feita de maneira adequada é possível que a mãe venha a sentir dores e acabar se machucando.

CHRIS NICKLAS

Mãe de gêmeos, formanda em psicologia, fundadora e gestora do Amamentar é…