Amamentar é - aleitamento materno | por Chris Nicklas

ver menu buscar

Dicas de amamentação /Dificuldade para amamentar

A anatomia oral do bebê

Veja como é a anatomia oral do bebê e entenda como ela foi desenhada especialmente para as mamadas.

  • 18/09/2014
  • Chris Nicklas

A fisiologia oral do bebê é perfeita para a amamentação. Até as bochechas fofas do seu bebê são assim por um motivo que sustenta a eficiência da mamada.

Encontrei no YouTube este vídeo que explica e demonstra através de uma ilustração a anatomia oral do bebê recém nascido, provando que há características nela que foram criadas especialmente com o objetivo de aprimorar o mecanismo de ordenha durante as mamadas.

Como o vídeo é narrado em inglês eu fiz uma tradução para que todos entendam seu conteúdo. Vejam abaixo:

“O leite materno beneficia o bebê de diversas maneiras, fornecendo o equilíbrio certo de nutrientes, ajudando a protege-lo contra doenças e infecções e possivelmente ajudando no desenvolvimento do cérebro. Muitas das características físicas do seu bebê foram desenhadas para ajudar a amamentação. A mecânica de sucção exige o maior contato possível entre a língua do bebê, e o osso do seu maxilar, e a mama da mãe. Para maximizar este contato a língua do bebê é larga em comparação com o tamanho de sua boca, e as bochechas contém gordura, que ajuda a manter a língua na posição adequada para a ordenha. As mesmas almofadinhas de gordura também asseguram que as bochechas não afundarão durante a mamada, o que reduziria o tamanho da boca e a pressão negativa necessária para extrair o leite da mama para dentro da boca.

As vias aéreas superiores de um recém nascido, através das quais o ar entra e sai dos pulmões, também colaboram com a amamentação.

As vias aéreas superiores de um recém nascido são muito curtas e a epiglote, um tecido em forma de aba que fica na base da língua e que impede o alimento de descer pela traqueia, toca o tecido macio no fundo do teto da boca. Essa combinação de características físicas ajudam a direcionar o leite para o esôfago, que leva até o estômago e reduz o risco de o leite descer pela traqueia, e também leva o bebê a esticar o pescoço o que posiciona o maxilar inferior para frente para aumentar o contato com a mama.”

 

CHRIS NICKLAS

Mãe de gêmeos, formanda em psicologia, fundadora e gestora do Amamentar é…