Amamentar é - aleitamento materno | por Chris Nicklas

ver menu buscar

Dicas de amamentação /Dra. Ana Heloisa Gama

Compressa quente ou fria: quando, como e porque usá-las?

A compressa parece inofensiva, não? Mas não é! Vejam as orientações da Dra Ana Heloisa.

  • 07/04/2016
  • Dra. Ana Heloisa Gama

Aí você está ali, tensa, achando que não tem leite. Ou o contrário, com leite demais, explodindo!

Chega a sua vizinha ( ou sua tia, sua avó, sua melhor amiga, sua irmã… Não importa! Sempre aparece alguém para te dar uma dica ou um conselho! ) e diz: – Compressa quente! Pode colocar que vai te ajudar muito!

Ela poderia falar o contrário, para você usar a compressa fria… Não interessa.

O ponto aqui é o seguinte: as compressas parecem ser inofensivas, receita de vovó, mas na verdade são poderosas e se as utilizarmos de forma incorreta e sem orientação médica de qualidade podemos agravar uma situação que já não estava favorável.

Não me pergunte por que mas por inúmeros motivos é comum tomarmos este tipo de medida sem falarmos com um médico, pois consideramos que a chance de risco é pequena, mas não é. E o pior é que invariavelmente além da compressa fazemos uma série de outras coisas que também interferem no processo de produção e descida do leite.

O corpo responde a qualquer estímulo de frio e calor com muita eficiência, por isso é preciso entender qual é a resposta que nosso cérebro da a estes estímulos, e também definir de partida qual é o nosso objetivo: se é aumentar a produção de leite, diminuir, desempedrar…

Além disso é importantíssimo compreender que a compressa não ataca a origem do problema, que normalmente está na mamada, na forma como esta é administrada e na qualidade da pega.

Pois bem, por essas e outras conversei com a Dra Ana Heloisa para que ela nos explicasse o quão séria é a decisão de colocar uma compressa na mama ( fria ou quente ), e para minha surpresa ela se refere às compressas como “perigosíssimas!”.

Bora tomar cuidado!

Bj

Chris Nicklas

 

 

DRA. ANA HELOISA GAMA

Médica pediatra aposentada do Hospital Municipal Miguel Couto na cidade do Rio de Janeiro - fundadora do Curso SOS Mamãe e CIA.