Amamentar é - aleitamento materno | por Chris Nicklas

ver menu buscar

Chris Nicklas /Colunistas

Atravessando o portal da maternidade

Depois de ler tantos depoimentos vindos de vocês revivi em minha memória alguns momentos que passei com meus gêmeos.

  • 08/07/2013
  • Chris Nicklas

Depois de ler tantos depoimentos vindos de vocês revivi em minha memória alguns momentos que passei com meus gêmeos.

Uma gravidez delicada como a que tive, de saída deixa qualquer mãe fragilizada… Pois bem, eu fiquei destroçada!

No dia seguinte ao nascimento dos meus filhos tive um colapso. Tinha certeza absoluta que não tinha a menor condição de sair do hospital caminhando sobre minhas próprias pernas! E mesmo assim o fiz.

Metaforicamente a maternidade é um lugar que só tem porta de entrada. Assim que nascem nossos filhos  eles nos pertencerão e pertenceremos a eles até mesmo depois da morte. Não há caminho de volta!

Mas que paz era aquela que me trazia  ver que  eu tinha tido filhos saudáveis, que mamavam, nos olhavam, já tão espertinhos…

Confuso, não?!

Imagino que para certas mulheres não é tão angustiante e nem tão cheio de impasses este processo. Mas sei que para muitas é! Repito, MUITAS!

Não há o certo, nem o errado. Há o que é possível para cada uma de nós.

Ficarmos sozinhas neste momento é no mínimo injusto…

Não precisamos ser compreendidas. Numa certa medida nem considero isso possível. Afinal como explicar o que sentimos quando de dentro de nossas entranhas sai alguém que será tão visceralmente ligado à nós por toda a sua vida.

Nem tente! As palavras não serão suficientes. Talvez o silêncio sim.

 

images

 

 

 

CHRIS NICKLAS

Mãe de gêmeos, formanda em psicologia, fundadora e gestora do Amamentar é…