Amamentar é - aleitamento materno | por Chris Nicklas

ver menu buscar

Chris Nicklas /Colunistas

Carta à mãe trabalhadora que amamenta

Com carinho para você!

  • 10/11/2014
  • Chris Nicklas

mae-trabalho

 

Rio de Janeiro, 10 de novembro de 2014

 

Carta à mãe trabalhadora que amamenta:

 

Olá! Como estão indo as coisas aí? Que confuso, não?

Você já sabe como vai fazer quando a sua Licença Maternidade de 4 meses terminar? Vai conseguir juntar mais um mês de férias?

A Licença Amamentação é outra tentativa válida para prolongar por mais 15 dias sua estada em casa, sabia?

Esta última às vezes não rola… A empresa não aceita o pedido médico, e ela não é regulamentada. Depende da boa vontade do empregador.

Seu chefe é legal? Espero que sim… Talvez seja uma mulher e tenha filhos, assim saberá o que você está sentindo. Ainda existem mulheres amáveis no mundo! Rsrsrsrs! É o que nos resta! Contar com a humanidade do outro.

Mas olha, se nada der certo e você realmente tiver que voltar ao trabalho no final do quarto mês de vida do seu bebê, não se desespere! A tensão só piora o seu estado emocional, e se você pretende deixar leite em casa para o seu filho tomar enquanto você está na rua trabalhando, essa preocupação toda vai te impedir de tirar leite suficiente… É a adrenalina, o hormônio do medo, atrapalha mesmo, e o leite não desce. É importante manter a calma. Eu sei que é difícil, afinal tem tanta coisa na contra mão dos seus planos e desejos, né?

Da uma sensação de solidão nessa hora, não é mesmo? Digo, no final da Licença Maternidade.

Tanto esforço, tanto estudo, dedicação, perseverança pra no final terminar assim! O próprio Estado, que te pede para amamentar seu filho por seis meses exclusivamente no peito, te tira de casa antes da hora, te impondo este dilema.

Aliás! Já perguntou na sua empresa se tem sala de amamentação? Eu sei, poucas têm… Mas não deixe de pedir! Reclame! É seu direito!

Ah! E um lugar para armazenar seu leite até a hora de ir para casa também é imprescindível!

Quem sabe você não trabalha numa Empresa Cidadã? Aí já melhora um tanto!

Eu sei… Tudo é tão burocrático! Demora!!!! Talvez você lute mas não role a tempo de você continuar a amamentar o seu bebê por seis meses exclusivos. Mas o seu pedido, mais o da moça da mesa ao lado da sua, mais o de outras tantas, somados podem ganhar força e um dia as coisas começam a mudar! Quem sabe sua filha não encontra uma outra sociedade! Uma que acolha a mulher trabalhadora que amamenta de uma forma menos relapsa.

Da a sensação de que lutar por tudo isso agora não fará diferença, que não adianta, mas não é verdade. Esse tipo de mudança demora mesmo, mas sempre vale a pena.

Enquanto isso não se martirize, ok? Faça o seu melhor e siga em frente.

Estarei por aqui!

 

Um abraço carinhoso!

Chris Nicklas

 

 

 

CHRIS NICKLAS

Mãe de gêmeos, formanda em psicologia, fundadora e gestora do Amamentar é…